Implemented by TechnoServe

ALBERTO

MUCHENGUETE

"UM AGRICULTOR ACREDITA SEMPRE QUE NO PRÓXIMO ANO VAI FAZER MELHOR!"

"Fui criado pelo meu falecido avô, por isso tenho muita vontade de criar os meus netos. Muitos trabalham comigo e um deles é também amante da agricultura e está a concluir a licenciatura devido a uma bolsa da TechnoServe. Por isso é que a minha pequena empresa se chama Muchenguete e Netos.

O homem morre a pensar e a esperança é a ultima a morrer. Quando a TechnoServe apareceu, procurou os agricultores com boas perspectivas, e eu fui um dos primeiros candidatos da primeira remessa. Fui o primeiro a receber um tractor! 

Nessa altura eu tinha 8 hectares, neste momento já estou a desenvolver uma aérea de 45 ha. 

Se não fosse a agricultura, eu não teria tractor. Por causa dos ganhos que consegui com o tractor, consegui construir casa em Manica, na minha terra natal e consegui um terreno no Gurué. O meu plano para este ano, se a campanha correr bem, é construir a minha nova casa aqui e comprar um transporte de 2 ou 3 toneladas."

 

ACTUALMENTE A COPAZA

TEM 33 MEMBROS ASSOCIADOS (...)

SBS / Sociedade de Beneficiamento de Sementes

Em 2014, a TechnoServe e a COPAZA associaram-se a uma empresa moçambicana denominada Sociedade de Desenvolvimento Agropecuário (SDAP), do Grupo Txopela Investments SA, para investir na criação da empresa de sementes Sociedade de Beneficiamento de Sementes (SBS). Com um investimento grande, a SBS construiu uma fábrica de processamento de sementes em Magige, uma cidade localizada a cerca de 40 km do centro comercial de Gurúè, com capacidade para processar sementes a uma taxa de cerca de 15 toneladas por dia. A nova instalação da SBS permite que os pequenos agricultores comerciais processem suas sementes localmente, reduzindo assim os custos de transporte e aumentando a flexibilidade e a qualidade no processamento de vários tipos de sementes para venda pela rede da COPAZA.

A SBS compra e processa a soja dos pequenos agricultores comerciais; ao contrário de outros compradores de sementes, a SBS pode fazê-lo com uma capacidade maior de venda comercial. Com a SDAP detendo 80% da empresa, e os membros da COPAZA detendo os 20% restantes, a estratégia da SBS é comprar sementes (atualmente apenas soja, mas incluir outras sementes no futuro) dos pequenos agricultores comerciais, aos quais eles também oferecem treinamento no cultivo de sementes certificadas. Em agosto de 2018, a SBS processou 146 toneladas de sementes de soja de 24 pequenos agricultores comerciais e espera-se processar um total de 160 toneladas métricas até o final do ano. Desde a abertura da SBS, mais de 70 toneladas de soja foram processadas e vendidas de agricultores da COPAZA.

ACTUALMENTE A COPAZA

TEM 33 MEMBROS ASSOCIADOS (...)

SBS / Sociedade de Beneficiamento de Sementes

Em 2014, a TechnoServe e a COPAZA associaram-se a uma empresa moçambicana denominada Sociedade de Desenvolvimento Agropecuário (SDAP), do Grupo Txopela Investments SA, para investir na criação da empresa de sementes Sociedade de Beneficiamento de Sementes (SBS). Com um investimento grande, a SBS construiu uma fábrica de processamento de sementes em Magige, uma cidade localizada a cerca de 40 km do centro comercial de Gurúè, com capacidade para processar sementes a uma taxa de cerca de 15 toneladas por dia. A nova instalação da SBS permite que os pequenos agricultores comerciais processem suas sementes localmente, reduzindo assim os custos de transporte e aumentando a flexibilidade e a qualidade no processamento de vários tipos de sementes para venda pela rede da COPAZA.

A SBS compra e processa a soja dos pequenos agricultores comerciais; ao contrário de outros compradores de sementes, a SBS pode fazê-lo com uma capacidade maior de venda comercial. Com a SDAP detendo 80% da empresa, e os membros da COPAZA detendo os 20% restantes, a estratégia da SBS é comprar sementes (atualmente apenas soja, mas incluir outras sementes no futuro) dos pequenos agricultores comerciais, aos quais eles também oferecem treinamento no cultivo de sementes certificadas. Em agosto de 2018, a SBS processou 146 toneladas de sementes de soja de 24 pequenos agricultores comerciais e espera-se processar um total de 160 toneladas métricas até o final do ano. Desde a abertura da SBS, mais de 70 toneladas de soja foram processadas e vendidas de agricultores da COPAZA.

A COPAZA / Cooperativa de Produtores da Alta Zambézia teve os seus estatutos publicados no Boletim da República de 19.Maio.2014 – III Série, nr. 40, na base dos quais se define que “...é uma pessoa colectiva de direito privado, com fins lucrativos, dotada de personalidade jurídica, autonomia administrativa, financeira e patrimonial...”. Esta cooperativa de âmbito regional, tem a sua sede na localidade de Magige / distrito do Gurué, província da Zambézia (artigo 2º, ponto 1), podendo construir ou participar em sociedades ligadas a cadeias de valor das principais culturas praticadas na Zambézia (artigo 2º, ponto 3).  Os seus principais órgãos são a Assembleia Geral, uma Direcção e um Conselho Fiscal, todos eleitos por mandatos de 3 anos. 

Actualmente a COPAZA tem 33 membros associados, com jóias pagas, havendo, ainda mais dois associados em processo de admissão. Inicialmente foi constituída uma Comissão Instaladora no início de 2014, mas após a existência formal em BR e a realização de eleições próprias, tem como actual Presidente da Direcção o senhor Armando Catxava, agricultor associado e um dos seus fundadores.

A TechnoServe Moçambique tem o estatuto de membro benemérito, também com jóia paga.